OUTROS DESTAQUES
Cabo e telefonia: Anatel não quer venda casada de serviços
quinta-feira, 13 de agosto de 1998 , 18h50 | POR REDAÇÃO

Durante a discussão sobre os editais para as empresas-espelho, que concorrerão com as operadoras de telefonia fixa privatizadas, a Anatel chamou a atenção para um ponto interessante: a legislação brasileira impede a venda casada de produtos. Ou seja, se uma operadora de TV a cabo quiser se tornar autorizada, ela tem esse direito, mas em nenhum momento ela pode obrigar seus clientes a adquirirem os dois produtos, o que configuraria a venda casada. O consumidor tem que ter o direito de comprar ou só telefone ou só TV a cabo, disse a Anatel. São as regras estabelecidas pelo Cade (Conselho de Administração e Defesa Econômica).

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top