Internacional
13/09/2017, 15:13

Cesnik, Quintino e Salinas Advogados quer ampliar atuação nos Estados Unidos

As relações entre players brasileiros e norte-americanos da indústria cultural vêm se intensificando nos últimos anos, com o aumento da produção de conteúdos audiovisuais no Brasil e o surgimento de alguns estúdios locais de criação de games. Para atender de perto a demanda que esse relacionamento gera, Fábio Cesnik, sócio do escritório Cesnik, Quintino e Salinas Advogados, está de mudança para Los Angeles. O estado da Califórnia, vale destacar, concentra os principais estúdios de cinema e de televisão dos Estados Unidos, bem como toda a indústria de games.

Segundo ele, os objetivos são atender o cliente americano em relação ao direito brasileiro, atender o cliente brasileiro que desenvolve negócios no ambiente americano e precisa de assistência jurídica naquele território, além de estreitar a parceria com o escritório Cypress LLP, com qual já mantém um acordo de operação conjunta em casos envolvam os dois países. A base do CQS Advogados na Califórnia será no escritório parceiro.

Segundo Cesnik, as três principais áreas nas quais atuará são audiovisual, games e música. Com a mudança o escritório transfere a 'liability' para os Estados Unidos, o que deve se tornar um diferencial. "Para o cliente é um conforto, pois sabe que quem o está orientando está submetido às leis da Califórnia", explica.

A atividade de consultoria em direito estrangeiro é regulamentada nos Estados Unidos. Para atuar, Cesnik tirou a licença na The State Bar of California, o equivalente à OAB.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top