OUTROS DESTAQUES
Fusão Globocabo/Multicanal: questões ainda precisam ser resolvidas
sexta-feira, 14 de agosto de 1998 , 19h40 | POR REDAÇÃO

Antes que haja a reorganização na Net Sul e na Net São Paulo e que as operações de Multicanal e da Globocabo sejam fundidas em uma só empresa, estão sendo resolvidos alguns problemas operacionais. Unificação de marcas (todas as operações terão a marca Net), unificação de diretorias, ajustes tecnológicos. Tudo isso precisa estar completo para que se possa saber exatamente quais serão as condições da fusão das duas empresas. A fusão definitiva entre Globocabo e Multicanal terá duas conseqüências certas: surgirá uma nova empresa que representará as duas MSOs e esta empresa continuará aberta em bolsa. Portanto, quem é acionista da Multicanal continuará sendo acionista desta nova empresa, que ainda não tem nome mas deve provavelmente se chamar Globocabo. Mas para que isso aconteça um dos problemas que precisa ser resolvido são as participações minoritárias nas operações da Globocabo. A questão principal é a Net São Paulo, que precisará ser fundida com a Multicanal São Paulo por exigência legal mas que tem a RBS como sócia. Globocabo e RBS devem, então, promover uma recomposição acionária. A Globocabo diminui sua participação na Net Sul, passa toda a participação da Multicanal na operação de Florianópolis para a RBS e, em contrapartida, a empresa gaúcha deixa a Net São Paulo, que fica sendo uma empresa 100% Globocabo. A idéia com esta reestruturação na Net São Paulo e Net Sul é fazer com que cada uma das empresas tenha mais condições de se dedicar a sua área estratégica (RBS no Sul do País e Globocabo nas outras regiões) e também simplificar o trabalho de fusão com a Multicanal.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top