OUTROS DESTAQUES
Triplica o EBITDA da TVA
quarta-feira, 15 de março de 2000 , 21h33 | POR REDAÇÃO

A TVA também apresentou os dados financeiros referentes ao ano de 1999. Em comparação com 1998, o EBITDA aumentou praticamente três vezes, de R$ 19,2 milhões para R$ 54,7 milhões. Com o dinheiro da venda da participação na DirecTV, as dívidas da empresa caíram de US$ 530 milhões em junho de 1999, data da venda, para US$ 200 milhões no final de 1999, o que representa uma redução de 65% em suas dívidas. A maior parte do endividamento restante (67%) é com o Grupo Abril e com terceiros tem vencimento a longo prazo. A TVA terminou 1999 com uma base de 356 mil assinantes, praticamente a mesma base que a operadora tinha no final de 1998, 315 mil. Segundo a TVA, o churn rate caiu de 46% no final de 1998 para 26% em dezembro de 1999. Para reduzir os estragos causados com a desvalorização do real, a TVA revela ter adotado novas práticas operacionais e promovido um enxugamento de sua estrutura. Com isso as despesas operacionais caíram 14% ou seja, R$ 13,6 milhões em 1999. As despesas com vendas tiveram uma redução de 24% no período e ficaram em R$ 18,4 milhões. A receita líquida da TVA em dezembro de 1999 foi de R$ 197,5 milhões, 2% maior do que em 1998. A empresa destaca que medidas como o lançamento do pacote Inicial (R$ 23,90 em São Paulo e R$ 24,90 no Rio de Janeiro) e mais a redução para R$ 29 na taxa de adesão não implicaram em uma queda de faturamento.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top