OUTROS DESTAQUES
Atrasos
Flexibilidade da Anatel irrita fornecedores
quarta-feira, 15 de maio de 2002 , 19h58 | POR REDAÇÃO

A falta de investidores dispostos a colocar dinheiro em operações de TV paga e a queda nos níveis de renda das cidades estão fazendo com que dezenas de outorgas concedidas pela Anatel para cabo ou MMDS estejam virtualmente encostadas. Não são raros os casos de cidades em que há apenas algumas dezenas de assinantes de teste, mas que são consideradas "operacionais" pela agência. O que acontece é que na prática a cidade tem a outorga mas o serviço não está disponível, ou não é do conhecimento da população em geral. Alguns operadores apostam que, sem perspectivas de melhora do cenário financeiro, as cidades que deveriam entrar em operação até 2003 ficarão na mesma situação. Por outro lado, fornecedores e programadores, que fizeram seus planejamentos levando em conta os números da Anatel e o total de licenças outorgadas, reclamam que a agência não força os operadores a cumprirem as obrigações assumidas quando ganharam as concessões e que, com isso, o mercado pára.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top