OUTROS DESTAQUES
Anatel
Outorgas terão preço mínimo estabelecido por consultoria
quarta-feira, 15 de maio de 2002 , 16h01 | POR RAQUEL RAMOS

A Anatel quer se proteger dos constantes questionamentos dos preços mínimos estabelecidos para as concessões e autorizações de serviços de telecomunicações, principalmente por parte do Tribunal de Contas da União (TCU). É justamente um desses questionamentos do TCU que parou, há um ano, as licitações de TV por assinatura da agência, porque o tribunal considerou os preços mínimos das licitações muito baixos. Para resolver o assunto, a Anatel decidiu contratar uma consultoria técnica para elaborar uma metodologia para o cálculo dos preços mínimos das outorgas de TV a cabo, MMDS, DTH, multimídia (SCM) e SMP. A licitação inclui ainda a definição de cálculo de preço mínimo para o direito de exploração de satélite; outorgas de uso de radiofreqüência; aditamento dos atuais contratos de concessão e termos de autorização de telefonia fixa para ligações de longa distância nacional e; código de seleção de prestadora ou outro código específico. A escolha da consultoria se dará por meio de licitação, que acontece nesta quinta, 16.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top