OUTROS DESTAQUES
Novo modelo
Acionistas ratificam em parte proposta da ABTA
terça-feira, 15 de outubro de 2002 , 22h21 | POR REDAÇÃO

José Augusto Pinto Moreira, presidente da ABTA, apresentou nesta terça, dia 15, na abertura do Congresso e Feira ABTA 2002, as principais teses da proposta de remodelagem para o setor de TV paga e as projeções de crescimento da indústria caso se siga o planejamento. Entre as principais idéias estão a criação de um pacote básico nacional, fim do overbuilding, fim da exclusividade de programação, padronização e unificação da infra-estrutura digital além de uma série de ajustes tributários, regulatórios e de marketing. BNDES, Globo e News Corp., que foram os acionistas das empresas chamados para debater as teses, contudo, mostraram resistência a alguns dos pontos. A News Corp. por exemplo, disse que não abre mão de buscar um diferencial de conteúdo e que considera que a maior parte do problema das empresas do setor está em uma simples postura gerencial. Segundo Rômulo Pontual, vice-presidente de plataformas de TV da News, o crescimento da operadora em setembro mostra que existe enorme potencial de mercado mesmo com as situações atuais.
Já o BNDES, por quem passaria eventualmente o fomento a uma planta industrial que comportasse a produção local de equipamentos digitais padronizados, lembrou que hoje o banco é um dos maiores investidores do setor, com quase R$ 900 milhões colocados em forma de dívida ou participação na Net, TV Cidade, Acom, Horizon entre outras. Eduardo Gentil, diretor de desenvolvimento de novos produtos do banco estatal, disse que não cabe ao BNDES projetar nem apresentar nenhuma reestruturação do setor, mas que as portas seguem abertas para todos os projetos interessantes. "Qualquer iniciativa precisa vir da indústria, e um projeto consistente precisa dizer quem executa, quem administra e quais as fontes de receitas que serão geradas".
Jorge Nóbrega, membro do conselho de administração da Globo, considera que alguns pontos da proposta de remodelagem da ABTA são interessantes, mas destacou apenas a questão do overbuilding em sua apresentação. "Para nós, a resolução do excesso de competição é importante e é o ponto que eu destaco do projeto da ABTA".

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top