OUTROS DESTAQUES
Briga pelo Fust deve ser conjunta
terça-feira, 16 de janeiro de 2001 , 16h00 | POR REDAÇÃO

A ABTA desistiu de qualquer ação radical para tentar derrubar a cobrança do Fust e outros tributos que eventualmente sejam criados pelo governo. Apesar de diversos pareceres jurídicos apresentados à associação indicarem inclusive pontos de inconstitucionalidade na cobrança do Fust, as empresas do setor de TV paga decidiram não comprar briga com a Anatel e Minicom. Mas não vão ficar quietas. Pretendem se aproximar de outras empresas de telecomunicações para, de forma conjunta, manifestar o repúdio ao excesso de tributações. A próxima ação deve ser um movimento contra a cobrança do Funttel. A questão dos impostos é crítica para empresas de TV por assinatura porque o setor ficará sem a alíquota especial de 10% de ICMS a partir do ano que vem.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top