OUTROS DESTAQUES
Uma rodada de negociações complicada na Argentina
quarta-feira, 16 de janeiro de 2002 , 21h47 | POR REDAÇÃO

Segundo analistas e programadores ouvidos por PAY-TV Real Time News, os problemas são de duas naturezas na Argentina: primeiro, é preciso que se corra contra o tempo para que no prazo legal de seis meses se ajustem os contratos, hoje em dólar, passando-os para pesos, sob o regime de câmbio livre. Após esses seis meses, se ninguém chegar a uma solução (nesse meio tempo, provavelmente as operadoras não desembolsarão um centavo), a Justiça argentina decide como ficam os contratos, e nesse caso o nacionalismo deve falar mais alto. Passada essa fase de negociação, os programadores precisam torcer para que as operadoras tenham condições de arcar com seus compromissos. A pirataria, que já é alta, deve explodir de vez e há pelo menos uma grande MSO platina que está, segundo rumores de mercado, à beira da insolvência. O mercado da Argentina é de 5 milhões de assinantes.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top