OUTROS DESTAQUES
Resultados
Pay-per-view e prejuízo são destaques do balanço da Net
quinta-feira, 16 de maio de 2002 , 16h11 | POR REDAÇÃO

Os resultados financeiros da Net (antiga Globo Cabo) divulgados nesta quinta, 16, mostram um expressivo crescimento da importância que o pay-per-view (PPV) vem ganhando dentro do mix de receitas da operadora. Os números gerais, contudo, continuam críticos para a MSO.
A Net registrou no primeiro trimestre do ano receita líquida de R$ 286,7 milhões, o que dá uma queda de quase 1% em relação ao trimestre anterior. O EBITDA, no entanto, cresceu 4,3% no trimestre e bateu a casa do R$ 70,7 milhões. Mas o prejuízo líquido dobrou do final de 2001 para o final de março, o que se deve a uma distorção nos números do quarto trimestre em função da valorização cambial sofrida pelo real diante do dólar. Em 31 de março, a Net registrou R$ 83,3 milhões de prejuízo, 106,3% a mais do que em 31 de dezembro. A dívida líquida continua na mesma, na casa dos R$ 1,52 bilhão, sendo 55% em moeda estrangeira e R$ 588 milhões vencendo no curto prazo (até março de 2003), sendo que a maior fatia vence até junho deste ano. O patrimônio líquido continua negativo em R$ 75,5 milhões.

Destaque

Entre os produtos oferecidos, o que mais vem se destacando é o pay-per-view, que no primeiro trimestre deste ano faturou quase R$ 15 milhões (44,3% a mais do que o mesmo período de 2001, quando os eventos esportivos eram similares). As despesas com programação, contudo, chegam a 34,5% da receita bruta, o que é um pouco menos do que no quarto trimestre de 2001, mas bem acima da média dos outros trimestres (ao redor de 29%).
Dentro do mix de receita, as assinaturas representam 85,2% do total. O pay-per-view vem em segundo, com 4,3%. Serviços corporativos têm 3,8%, Vírtua tem 2,5% e adesões contribuem com 2% da receita da Net. A receita média por assinante está em R$ 75,50 (há 1,4 milhão de assinantes e o churn está em torno de 21% ao ano).
Uma boa notícia é o fato de a Net ter decidido só fazer seus encontros para explicar os resultados quando tiver o plano estratégico para o crescimento da empresa, a ser apresentado aos analistas juntamente com o road show da recapitalização. Isso significa que não está distante o momento em que a MSO anunciará como vai crescer nos próximos anos. Mesmo assim, os papéis da companhia voltaram a cair com a divulgação dos resultados (cerca de 3% na Nasdaq, onde estão cotados a US$ 1,22).

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top