Mercado
16/08/2017, 03:22

Academia de Filmes busca projetos

Em entrevista ao Imprensa Mahon, Paulo Roberto Schmidt, sócio e produtor da Academia de Filmes, falou sobre a plataforma de pitching lançada e março deste ano pela sua produtora. "O mercado de conteúdo é grande, mas os agentes são poucos e não têm espaço e nem agenda para tudo, fazendo com que as produtoras menores tenham muita dificuldade em chegar aos canais. As produtoras grandes têm que exercer esse papel, têm que virar o hub do mercado, buscando talentos e projetos", diz Schmidt . "As ideias nascem, mas ideias sem saber para onde ir não valem nada. Fizemos com que os autores pensassem um pouco. Qual canal? Qual plataforma? Qual público? Que tipo de projeto? Precisa de registro na Biblioteca Nacional?", afirmou.

A Academia está finalizando a primeira seleção de projetos, que durou três meses. Foram 73 projetos inscritos, e sete escolhidos para o pichting. A segunda seleção termina agora em agosto, e já está com mais de 60 projetos inscritos. "Nossa atividade é coletiva e colaborativa. Queremos receber autores, projetos e compartilhar isso. Estamos abertos para bons projetos e boas ideias". Shimdt avisa que agora eles ampliaram o escopo para receber projetos também de branding content: "Há uma migração natural da comunicação das marcas nesse mercado", diz o produtor.

Veja a entrevista:

<iframe width="427" height="240" src="https://www.youtube.com/embed/sYOkqK4Vz6o?rel=0&amp;controls=0&amp;showinfo=0" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top