Produção regional
16/11/2015, 23:55

Maceió e Cuiabá investirão R$ 1,9 milhão na produção de longas, telefilmes e curtas

A Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), de Maceió (AL), e a Secretaria Municipal de Cultura, Esportes e Turismo (SMCET), de Cuiabá (MT), divulgaram os resultados finais de seus editais de apoio à produção audiovisual lançados em parceria com o Fundo Setorial do Audiovisual (FSA). Ao todo, os dois municípios investirão R$ 1,9 milhão.

Maceió

O edital lançado pela FMAC, na cidade de Maceió, vai apoiar com R$ 600 mil a produção do longa-metragem "Cavalo", de Werner Salles Bagetti e Rafhael Barbosa, apresentado pela produtora Núcleo Zero Publicidade. Além disso, o municípios investirá R$ 300 mil em seis projetos de curta ou média metragem: "O Cortejo", da Associação Cultural PopFuzz; "Avalanche", da Associação dos Artistas de Massaranduba; "Ressonância", do Instituto Quintal Cultural; Os Desejos de Mirian", de Ismélia da Penha Balduce Tavares; "Wonderfull – Meu Eu em Mim", de Dário Francisco de Oliveira Júnior, e "As Melhores Noites de Varoni", dos Coralistas Associados da Escola Técnica Federal de Alagoas. Cada curta receberá R$ 50 mil.

Dos R$ 900 mil em premiação oferecidos pelo edital alagoano, R$ 600 mil serão aportados pelo Programa Brasil de Todas as Telas, com recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), e os R$ 300 mil restantes virão do orçamento anual da FMAC.

Cuiabá

Já o edital de Cuiabá, gerenciado pela Secretaria Municipal de Cultura, Esportes e Turismo (SMCET) selecionou um total de nove projetos, sendo três telefilmes (dois documentários e um de ficção) e seis produções de curta ou média-metragem (uma animação, dois documentários e três filmes de ficção). O valor total de premiação do edital é de R$ 1 milhão. Desse valor, R$ 660 mil serão aportados pelo Fundo Setorial do Audiovisual.

Os Telefimes selecionados foram "Loop", da Plano B Produções, "Vila Haiti", da R.S Shinike, e "As Cores que Habitamos", da lamiré Cinema e Vídeo. Assim como em Maceió, Cuiabá decidiu investir em seis curtas: "Sísmico", da "A Produtora Produção de Áudio e Vídeo"; "Filhos da lua na terra do sol", da Lamiré Cinema e Vídeo; "Um peixe para dois", da Mario H.C Zugair Produções; "3 tipos de medo", da Plano B Produtora de Filmes; "Pandorga", da R.S. Shinike Muller e Shinike; e "Aquilo que me olha", da MT Okamura e Serviços.

Segunda edição

O FSA está com inscrições abertas até dia 28 de novembro para a segunda edição do programa de complementação de recursos. Na primeira edição da Chamada, lançada em 2014, foram firmadas parcerias com 35 entidades e órgãos locais, que lançaram até o momento mais de 30 editais, resultando em cerca de 150 projetos audiovisuais financiados até o momento, de diferentes tipologias, gêneros e formatos.
A complementação de recursos oferecida será proporcional ao aporte de cada órgão ou entidade de acordo com os seguintes parâmetros: até duas vezes os valores aportados pelos órgãos e entidades das Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste; e até uma vez e meia os valores aportados pelos órgãos e entidades da Região Sul e dos Estados de Minas Gerais e do Espírito Santo.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top