OUTROS DESTAQUES
Tempo é curto para os sem-concessão
quarta-feira, 17 de junho de 1998 , 21h55 | POR REDAÇÃO

As operadoras sem-concessão têm pouco tempo para resolver a sua situação. A análise mais freqüente é que uma posição precisará estar definida até que saiam os concessionários dos editais em curso, quando a pressão para fechar as operações existentes será muito maior. O problema é que a maior parte das outorgas para cidades onde há operações sem-concessão está nos editais 001 de cabo, 001 e 002 de MMDS. São justamente estes editais que, por enquanto, ainda estão suspensos pelo STJ.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top