OUTROS DESTAQUES
A terceira via do grupo Abril
sexta-feira, 17 de agosto de 2001 , 18h52 | POR REDAÇÃO

A Abril (controladora da MTV e da TVA) vem apresentando aos demais radiodifusores uma posição completamente diferente sobre a lei de radiodifusão, apesar de também não ver com bons olhos a proposta de Pimenta. Seus comentários à consulta pública de TV digital (encerrada no dia 22 de julho) também deixam claro que a empresa da família Civita decidiu marcar uma posição de mudança do atual cenário da radiodifusão no país. Espera-se para os comentários da Abril, antes de tudo, a manifestação do desejo de que radiodifusão e telecomunicações sejam tratados em um órgão único (a Anatel). A Abril quer, segundo pessoas que trocaram informação com o grupo, que a Lei de Radiodifusão trate de uma forma convergente as novas possibilidades de negócio, com estímulo à criação de novas redes de televisão, compartilhamento de infra-estrutura (o que só é possível no ambiente da TV digital), estímulo à produção diversificada de conteúdo e estímulo à produção local. Sabe-se também que a Abril é favorável à abertura da radiodifusão ao capital estrangeiro.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top