Programação
17/12/2015, 18:18

TV Climatempo volta à Sky e entra no line-up da Vivo

A TV Climatempo começa 2016 chegando a 9 milhões de lares. O canal acaba de fechar sua entrada nos line-ups da Sky e da Vivo, que juntas somam quase 7 milhões de assinantes. O canal também renovou seu contrato com a GVT e a Oi. O canal estava fora da Sky desde 2013, após 12 anos sendo carregado pela operadora. O canal está nos pacotes básicos de programação.

Segundo Vanderlei Violin, diretor de expansão da TV Climatempo, com os novos contratos, o canal entra em break even. O valor da assinatura é a única fonte de receita do canal, que não vende publicidade. Violin não descarta a criação de uma área comercial para publicidade, mas não no curto prazo.

A saída das operadoras, à época, se deu porque o canal não foi considerado pela Ancine como sendo de espaço qualificado, e portanto não cumpria as cotas de empacotamento da Lei 12.485. As operadoras que o carregavam acabaram priorizando os canais brasileiros que atendiam à norma (leia nota aqui).

A TV oferece 24 horas diárias de programação com conteúdos de entretenimento, pesca, turismo, ecologia e sustentabilidade, sempre atreladas à meteorologia. Classificado finalmente como Canal Brasileiro de Espaço Qualificado (Cabeq), o canal cumpre a cota de três horas diárias de conteúdo independente brasileiro. "Trabalhamos com 12 produtores brasileiros que nos ajudam na elaboração de conteúdos qualificados e independentes. Mas, além dos programas variados, nossos destaques continuam sendo os boletins ao vivo com previsões ao longo do dia", conta. Com distribuição baseada em IP, o canal consegue personalizar sua programação a pedido da operadora, priorizando as informações meteorológicas de determinada região.

A programação da TV Climatempo também pode ser acompanhada em tempo real nas smart TVs da Samsung, Philips, Panasonic e Sony. O aplicativo para os modelos da LG deve ser anunciado em breve. Segundo Violin, a audiência nessa plataforma ainda não é tão relevante quanto na TV paga.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top