OUTROS DESTAQUES
Reciprocidade para o cabo
quarta-feira, 18 de junho de 1997 , 22h30 | POR REDAÇÃO

Ao que parece, o Minicom vai mesmo licitar todos os 31 canais possíveis de MMDS em cada cidade. Mesmo naquelas onde há menos de 300 mil habitantes (o item 3.3.1 permite). Acontece que com a digitalização, os 31 canais analógicos tornam-se mais de cem canais digitais, o que deixa o MMDS em pé de igualdade para competir com o cabo. A dúvida, então, é se as concessões de cabo já existentes de Belo Horizonte e Campinas, por exemplo, serão agraciadas com a mesma área de cobertura prevista para o MMDS nestas localidades (que atinge cidades adjacentes). Como ninguém sabe o que acontecerá depois que terminar a consulta das localidades em que o Ministério das Comunicações pretende licitar MMDS, há quem projete para mais três meses o lançamento dos editais e há quem imagine que estamos muito próximos disso. Corre no Minicom que a preocupação com a capacidade de análise dos editais por parte das delegacias está ganhando força. Percebeu-se que o volume de editais de licitação de TV paga não poderá ser administrado da mesma forma como foi o a banda B, que por sua vez já deu muito trabalho.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top