OUTROS DESTAQUES
Reestruturação
Globo Cabo explica como será o novo acordo de acionistas
terça-feira, 19 de março de 2002 , 20h48 | POR REDAÇÃO

Em reunião da Abamec (Associação Brasileira dos Analistas de Mercado de Capitais) nesta terça, 19, o diretor financeiro e de relações com o mercado da Globo Cabo, Leonardo Pereira, deu os detalhes de como deve ser o novo acordo de acionistas da companhia, a partir do processo de recapitalização anunciado na semana passada. Basicamente, a controladora (Globo) terá seu peso no conselho da MSO dividido com outros sócios. Pelo novo acordo, alguns assuntos deverão ser necessariamente aprovados por pelo menos três acionistas: a aprovação do orçamento anual (incluindo investimentos); negociação dos custos de programação e; eleição e demissão de diretores estatutários.
Outra mudança é que as ações preferenciais terão direito a voto em matérias como fusões e contratos onde possa haver conflito de interesses por parte dos acionistas. Em caso de venda de controle, os preferencialistas terão tag-along de 100% do valor pago pelas ações ordinárias (ou seja, poderão vendê-las pelo mesmo valor oferecido ao comprador). Finalmente, o pacote inclui a adesão da empresa à Câmara de Arbitragem, para a resolução de eventuais conflitos entre acionistas.
O pacote faz parte da nova política da Globo Cabo, que, na definição de Leonardo Pereira, quer ser "uma empresa modelo em governança corporativa". A conclusão da operação de capitalização deve acontecer no final do segundo trimestre.
Vale lembrar que boa parte destas mudanças foram necessárias em decorrência de exigências do BNDES para aprovar a sua parte na recapitalização e também em função de situações de conflitos entre acionistas registradas em 2001.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top