OUTROS DESTAQUES
Pesquisa da Anatel
MMDS se destaca na satisfação do usuário
sexta-feira, 19 de dezembro de 2003 , 17h13 | POR REDAÇÃO

Apesar da diferença mínima, no geral os assinantes do MMDS (72%) estão mais satisfeitos que os da TV a cabo (68,2%) e os do DTH (71,6%) com o serviços prestados. Estes números são os resultados oficiais da Pesquisa de Satisfação dos Usuários dos Serviços de TV por assinatura realizada pela Anatel este ano, divulgada nesta sexta, 19, pela agência. O trabalho realizado por um consórcio formado pela Fundação Instituto de Administração – FIA/USP e pela Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, teve alguns resultados divulgados por este noticiário a partir de informações prestadas aos operadores (a Anatel divulgou os resultados para cada operador há duas semanas). Os números finais são bastante positivos, não atingindo porém, os índices de excelência obtidos no mercado internacional, segundo a conclusão da pesquisa. Para o superintendente de Serviços de Comunicação de Massa da Anatel, Ara Apkar Minassian, os índices ideais teriam que girar em torno de 85% de satisfação em cada item analisado e na satisfação em geral com o serviço. Ao todo foram entrevistadas 3,1 mil pessoas sendo 1.575 de TV a cabo (15 MSOs), 1.025 de MMDS (12 MSOs) e 500 do DTH (4 operadoras). O superintendente justifica a falta de parâmetro entre o número de entrevistas e o número de assinantes em cada tecnologia pela necessidade de atingir a totalidade dos Estados brasileiros e um maior número de operadoras que tornassem a pesquisa mais representativa. Com isso, criou-se uma distorção: a Net Serviços (com 1,3 milhão de assinantes) teve o mesmo número de entrevistas do que a General Cable (cerca de 600).

DTH bem nas parciais

As diferenças são muito pequenas entre as três tecnologias, mas dos oito temas analisados, o DTH levou a melhor em cinco: a assistência técnica (80,2%); os tipos de canais oferecidos (75,5%); o produto em que se analisou a satisfação com o som e a imagem, o equipamento, controle remoto, etc (75,4%); características da programação (75%), e; atendimento ao assinante (74,5%). O MMDS levou a melhor nos outros três: o sistema de cobrança (79,7%); características técnicas do serviço (72,7%) e preço (58,1%). Os percentais referem-se aos assinantes que se declararam com algum grau de satisfação. A pesquisa deverá se repetir este ano, e no futuro, de acordo com o superintendente, a Anatel pretende utilizar os dados obtidos na série histórica do desempenho do setor para elaborar, finalmente, um regulamento de qualidade para os serviços de TV por assinatura com metas factíveis e adequadas ao mercado brasileiro.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro de lideranças do mercado de telecomunicações

19 de setembro a 20 de setembro
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top