OUTROS DESTAQUES
Com as licitações, operador sem licença perde negócio
quarta-feira, 21 de janeiro de 1998 , 23h30 | POR REDAÇÃO

A Canbrás admite que esteve avaliando a possibilidade de compra das operações de cabo sem licença pertencentes ao empresário argentino Benjamin Ginzer. Mas com a abertura do processo de licitações esta negociação foi abandonada. A Canbrás se desinteressou do assunto por recomendação de seus advogados canadenses. A multioperadora tem a TVA como sócio controlador, mas o sócio capitalista majoritário é a Bell Canada. Benjamin Ginzer é o proprietário de fato das operações sem licença de Vitória (ES), Cascavel (PR), Cianorte (PR), Campos (RJ), Lauro de Freitas (BA), Petrópolis (RJ) e Teresópolis (RJ), entre outras. Controla até uma operação legal em Guarapuava (PR). Ginzer começou suas atividades na Argentina como fabricante de cabos e adquiriu depois as operações de vários clientes dos quais era credor. Vendeu depois essas operações para o grupo Massot, da Telefe, investindo a seguir no Brasil.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top