OUTROS DESTAQUES
Banda C
Parabólicas só verão Copa com esforço presidencial
terça-feira, 21 de maio de 2002 , 18h33 | POR REDAÇÃO

Está claro que não será nenhum ministério quem salvará a Copa para os mais de 7 milhões de usuários de parabólicas em banda C. Por enquanto, a Globo está obrigada, pelo seu contrato com a Fifa, a codificar o sinal no satélite. A salvação seria uma "ordem superior", ou seja, uma lei ou norma que obrigasse a Globo a manter o sinal aberto.
A única forma jurídica possível de resolver o problema seria um decreto presidencial. E por mais que se diga que uma intervenção presidencial seria excessiva neste caso, o interesse público e o peso que este ato teria em um ano de eleições deverão salvar a Copa das parabólicas. Aguarda-se apenas o retorno de Fernando Henrique Cardoso do exterior.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top