OUTROS DESTAQUES
Estudos estrangeiros não querem reserva de tela
terça-feira, 21 de agosto de 2001 , 21h48 | POR REDAÇÃO

A Motion Picture Association of America (MPAA) enviou comentários ao Minicom sobre a Lei de Radiodifusão e aproveitou para deixar clara a sua posição quanto ao controle do audiovisual nacional. De cara, defende a entrada de capital estrangeiro em empresas de radiodifusão. Depois, pede para que não haja nenhum tipo de limite ou reserva de tela para programação nacional, deixando esta questão por conta das emissoras. Pede também que não haja proibição à terceirização de programação, dizendo que esta é uma importante fonte de receitas para as operadoras. Rechaça estabelecimento de limites ao volume de publicidade e pede para que o governo inclua, em lei, garantias de respeito aos acordos de direitos autorais.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top