OUTROS DESTAQUES
Dor de cabeça para o MMDS
quarta-feira, 22 de março de 2000 , 23h18 | POR REDAÇÃO

É grande a preocupação dos operadores de MMDS com relação ao projeto aprovado no Senado na terça, dia 21, para inclusão da TV Senado e TV Câmara no line-up de todas as operadoras. Com empacotamentos já negociados e vendidos e com o pouco espaço disponível sendo usado para Internet ou retransmissão das redes abertas, as operadoras estão começando a se movimentar para que a obrigação só valha para quem tiver transmissão digital, ou para que não valha para quem já está operando, ou ainda que não valha para quem só tem 16 canais. As perspectivas, contudo, são poucas. Motivo: ano de eleição. Tanto é que os senadores, antes de votarem o projeto, nem receberam os representantes do setor de TV paga. Ao mesmo tempo, tramita na Câmara dos Deputados um outro projeto, de autoria do deputado Paulo Paim (PT/SP), que propõe a mesma coisa, mas é um pouco mais flexível com quem não tem espaço disponível. Nesse caso, ainda haveria tempo de se negociar uma carência ou outras exceções à necessidade de retransmissão do sinal digital. Como o projeto do Senado vai à Câmara para ratificação, ainda há (pouco) tempo para as articulações.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top