Programação
22/04/2003, 19:04

Crise entre operadores e Canal Brasil caminha para solução

POR REDAÇÃO

A crise que há cerca de um mês se abateu sobre o setor de TV paga envolvendo a questão do Canal Brasil parece rumar, discretamente, para uma solução diplomática. O Canal Brasil diminuiu a pressão sobre a Anatel para que sejam tomadas providências, pelo menos em relação à maior parte dos operadores de cabo. A Anatel já se acertou com o Ministério da Cultura, que deve tomar providências, possivelmente para que outros canais sejam enquadrados como o canal dedicado a produção cinematográfica nacional, obrigatório pelo Regulamento do Cabo do MinC, baixado pelo decreto 2.206/97. E tudo indica que operadores ligados à NeoTV e a Globosat iniciaram em boas condições conversas para a comercialização do Canal Brasil.
No final de fevereiro, o canal entrou com representação junto à Anatel, Ancine e Ministério da Cultura pedindo providências para que o as operadoras ligadas à associação Neo TV cumprissem o decreto 2.206/97 e tivessem um canal dedicado integralmente à produção cinematográfica independente. Como apenas o Canal Brasil têm o registro nessa categoria junto ao MinC, na prática era um pedido para que todos os operadores tivessem o canal. A Anatel entrou em contato com os operadores denunciados pelo Canal Brasil, mas tudo indica que não será necessária nenhuma medida drástica.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top