Mercado
22/11/2016, 16:18

History, H2, Lifetime e A&E apresentam suas demandas no Telas Fórum

Os canais History, A&E, Lifetime e H2 divulgaram os gêneros e formatos de conteúdos que buscarão no Telas Fórum, que acontece na Cinemateca, em São Paulo, na próxima semana.

Segundo a diretor de conteúdos originais dos canais, Krishna Mahon, para o History, que tem como target o público masculino, classe AB de 18 a 49 anos, a programadora busca projetos que unam conteúdo com entretenimento, no que chama de "Experiência History". Ela dá como exemplos séries como "Gigantes do Brasil", "Rei Tut", "Guerras Mundiais", "Houdini", "A Bíblia" e "Raízes".
"Não queremos ficção 'fora da caixinha'. Buscamos assuntos interessantes, atuais, polêmicos, que deixem o público engajado", conta. Séries de aventura, como "Homens da Montanha", também são bem vindas, além de programas e/ou realities relacionados a negócios, como "O Sócio".

"Não nos interessam no momento documentários tradicionais com linguagem antiquada e professoral", conclui.

Já o A&E tem como foco o público de 18 a 49 anos das classes BC e se define como um canal que oferece um mix diverso de entretenimento scripted e non-scripted. Os programas de linha vão desde as séries de ficção como "NCIS" às franquias exclusivas de não-ficção como "Quem Dá Mai$?" e séries polêmicas e inovadoras como "Intervenção", "Tratamento de Choque" e "60 Dias na Prisão".

Para o canal, a programadora busca séries factuais de conteúdo relacionado a crime, como "Até que a Morte Nos Separe", "Desaparecidos" ou "Polícia 24h". Também estão abertos a receber séries dramatúrgicas, mas somente em parceria com outros players, como canais abertos, ou projetos que contem com outros parceiros e fundos, na linha policial como "NCIS". "Não nos interessa no momento especiais de uma hora e documentários", diz Krishna.

O Lifetime é voltado ao público feminino de classe AB, também de 18 a 49 anos. O canal busca séries factuais, especialmente realities, com mulheres poderosas e divertidas, como as séries "Pequenas Grandes Mulheres", "Dance Moms" ou "Bring It". Não interessa no momento: séries tutoriais sobre saúde, beleza, culinária, ou documentários e biografias.

Finalmente, para o H2, a diretora busca somente aquisição de documentários e/ou séries finalizadas. "Queremos séries factuais com conteúdo relevante e profundo, porém com um olhar novo e atual, sem ser didático, que dialoguem com o universo geek. Que tratem de assuntos históricos, militares, que busquem desvendar antigos mistérios, teorias da conspiração e/ou exaltem a engenhosidade humana", conta. "Nosso maior norte são séries como 'Os Super Humanos de Stan Lee' e 'Homens do Museu'", conclui.

Em relação ao branded content, Krishna pede que os projetos venham com plano de negócio interessante, por exemplo com parcerias com canais abertos, canais internacionais, marcas parceiras, etc.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top