Publicidade
23/02/2010, 17:57

Faturamento da mídia cresce 2,07% em 2009, aponta Inter-Meios

POR REDAÇÃO

Internet foi a mídia que apresentou maior crescimento em 2009, enquanto guias e listas voltou a ser a mídia que mais perde, conforme mostra estudo do Projeto InterMeios, do jornal Meio&Mensagem, que levantou o investimento publicitário na aquisição de mídia entre janeiro e novembro de 2009. Segundo o levantamento, o investimento na compra de mídia cresceu 2,07% em 2009. As empresas do meio faturaram nos onze meses R$ 19,81 bilhões, contra R$ 19,40 bilhões no ano anterior.
A TV aberta apresentou crescimento de 5,68%, com faturamento de R$ 12,03 bilhões e participação no bolo publicitário de 60,74%. A TV por assinatura também cresceu, ainda que mais modestamente. O faturamento com publicidade do meio não acompanhou o crescimento da base de assinantes. O meio faturou R$ 726,47 milhões, o que representa um crescimento de 0,52% em relação ao ano anterior. A participação no bolo publicitário foi de 3,67%.
O faturamento das empresas de Internet com mídia cresceu 23,27%, chegando a R$ 827,03 milhões, representando 4,18% do bolo publicitário. O segundo meio que mais cresceu foi de mídia exterior, recuperando-se da queda após a Lei Cidade Limpa, que retirou os outdoors de São Paulo. O crescimento registrado foi de 11,68%, chegando a R$ 588,96 milhões. Com isso, o meio tem participação de 2,97% no bolo. O meio rádio cresceu 8,58%, com faturamento de R$ 884,24 milhões e participação no bolo de 4,46%.
As mídias que perderam faturamento em 2009 foram guias e listas, com queda de 20,79%, participação no bolo de 1,68% e faturamento de R$ 333,05 milhões; cinema, que perdeu 10,41% de seu faturamento, chegando a R$ 71,57 milhões e participação de 0,36%; jornal, com faturamento de R$ 2,83 bilhões, o que representa uma queda de 9,54% e uma participação no bolo de 14,3%; e revista, com queda de 8,52%, faturamento de R$ 1,51 bilhões e participação de 7,64%.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top