OUTROS DESTAQUES
O dilema dos não-oficiais
quinta-feira, 23 de outubro de 1997 , 01h00 | POR REDAÇÃO

As disputas judiciais mais violentas devem ser travadas entre os operadores sem concessão de cabo e os vencedores dos editais nas cidades onde estão estas operações. As empresas que entrarão para competir com os não-oficiais argumentam que, caso estas empresas participem do processo de licitação, estarão admitindo que precisam de uma outorga para funcionarem e, portanto, estão irregulares. Por outro lado, caso os não-oficiais não disputem a licitação, correm o risco de ganharem um forte argumento contra: perderam a chance de regularizarem a situação. A saída para estas operações passa a ser prosseguir na briga pelo direito adquirido.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top