OUTROS DESTAQUES
Preços baixos, mas nem tanto
quinta-feira, 23 de outubro de 1997 , 01h00 | POR REDAÇÃO

Boa parte dos participantes consideram que, de um modo geral, os preços mínimos estipulados pelo governo estão baixos. Para Salvador, por exemplo, um grande grupo garante que chegou a imaginar 20 vezes mais do que o exigido pelo governo. Há quem diga também que, ao declararem que consideram os preços muito baixos, os grandes grupos podem (ou querem) dar a impressão de que vão pagar ágios absurdos. O certo apenas é que o motivo dos preços baixos é permitir que mais empresas participem do processo.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top