OUTROS DESTAQUES
Consórcio UIAG é desfeito e sai da disputa
segunda-feira, 24 de agosto de 1998 , 16h45 | POR REDAÇÃO

O consórcio UIAG, formado pelo grupo de investimentos United International Holding (UIH) e pela AG Telecom, anunciou que deixará as licitações de TV por assinatura. Isto se deve ao fim da parceria entre as duas empresas. A AG Telecom decidiu reorientar os seus investimentos após ter vencido, no último dia 29 de julho, o leilão da Telemar. Assim, estará focando os seus recursos na operações de telecomunicações. Já a UIH vai continuar no mercado de TV por assinatura e espera se associar ou adquirir operações de TV a cabo após o fim do processo licitatório. Mesmo com a saída da AG Telecom do consórcio, fato que gerou mal estar na UIH, a empresa pretende investir firme no mercado brasileiro de TV por assinatura através de dois caminhos: a compra ou a parceria com operadores de cabo ao fim do processo licitatório e a entrada nos editais 001 e 002 de MMDS, cujas propostas ainda não foram entregues. Esta última opção leva uma vantagem sobre a primeira: no MMDS, a UIH pode controlar 100% da operação, ao contrário do cabo, onde, por ser de capital estrangeiro, não pode deter mais de 49% da operação. E, segundo Stephen Doughert, principal executivo da UIH, a empresa digitalizará sua operação de MMDS em Fortaleza em 99, aumentando o número de canais e a competitividade. E investirá também em MMDS digital nas outras operações que venha a controlar. A UIAG estava disputando, até agora, 22 operações de cabo, principalmente em cidades da região Sudeste. Já havia desistido, porém, da disputa em quatro praças: Belford Roxo, São João do Meriti, Duque de Caxias e Nova Iguaçu, na baixada fluminense. As outras cidades em que disputava operações de cabo

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top