Co-produções
24/08/2005, 21:15

Produtoras vêem excessos em contratos com canais

POR REDAÇÃO

Contratos excessivamente desequilibrados de relacionamento entre programadoras estrangeiras de TV por assinatura e produtoras nacionais podem se tornar um problema, inclusive para ser analisado pela Ancine. Algumas produtoras estão se sentindo prejudicadas por ficarem sem os direitos sobre as co-produções, em qualquer uma das janelas. Toda a exploração comercial fica a cargo da programadora, o que tira das produtoras a chance de faturar em outros mercados. As produtoras tornam-se, assim, meras prestadoras de serviço, e alegam que esse não é o espírito das regras de incentivo. Não é a regra geral, mas o problema acontece. São os casos das co-produções realizadas por meio do Artigo 39 da MP 2.228-1/01. Muitos elogiam o mecanismo, mas considera-se que ajustes podem ser feitos.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top