Convergência
24/08/2011, 22:28

Smart TVs ganham o gosto popular

POR FERNANDO LAUTERJUNG

Embora a tecnologia de telas 3D tenha sido apresenta com muito mais ruído, são os televisores conectados que estão entrando no gosto popular. Segundo Luis Bianchi, gerente de marketing de smart TV da Philips, que participou do Congresso SET nesta quarta, 24, a previsão é que 20% dos televisores vendidos no Brasil em 2011 sejam das linhas inteligentes, o que deve significar pelo menos 2 milhões de novos smart TVs no mercado. Apenas 4% dos televisores que chegarão ao mercado este ano devem ser estereoscópicos.
Segundo Bianchi, as plataformas das TVs conectadas se tornarão relevantes em muito pouco tempo. "Hoje, smart TV é o principal argumento de venda dos equipamentos", diz.
O executivo da Philips aponta uma vantagem aos canais em disponibilizar seus conteúdos sob demanda. Ele apresentou uma pesquisa apontando que o video on demand alavanca a audiência da programação linear, ao invés de canibalizá-la. "O espectador acaba recuperando shows que já não acompanhava mais", disse.
Alguns radiodifusores podem não ver da mesma maneira. No mesmo painel, Raymundo Barros, diretor de engenharia da Globo, afirmou que "a radiodifusão tem que ver a TV conectada como uma ameaça, pois torna o ambiente mais competitivo, mas também como uma oportunidade".
Geraldo Araújo, da Accenture, apontou que o conteúdo dos canais é importante para garantir o sucesso das plataformas de TVs conectadas. Segundo ele, o serviço mais importante nos dispositivos over-the-top é o catch up TV. Tecnicamente, o ponto mais importante é a qualidade do serviço, ou seja da imagem.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top