Direitos
24/11/2016, 15:24

Nova associação fará a gestão dos direitos autorais dos roteiristas

O resultado imediato do Congresso Mundial de Roteiristas e Diretores – organizado pelo conselho de criadores W&DW (Writers and Directors Worldwide), da Cisac (Confederação Internacional das Sociedades de Autores e Compositores) – foi a criação da Gedar (Gestão de Direitos de Autor Roteirista), a nova associação geral para a gestão de direitos autorais dos roteiristas brasileiros. A DBCA (Diretores Brasileiros de Cinema e do Audiovisual), associação geral de diretores autores, foi a sociedade anfitriã do evento, que marcou ainda a criação de uma proposta legislativa para o reconhecimento dos direitos de remuneração dos diretores e roteiristas pela comunicação ao público de suas obras, o projeto da "Lei Nelson Pereira dos Santos".

Além da criação da nova entidade arrecadadora, que está autorizada pelo Cisac a cobrar e distribuir direitos autorais no país e no exterior relativos a filmes brasileiros exibidos ao público, o evento teve como destaque uma inédita distribuição de direitos autorais, com pagamento referente a 95 obras de 40 diretores de cinema, televisão e animação, totalizando R$ 465 mil repatriados da Argentina.

Ainda em setembro, o presidente da DBCA, o produtor e diretor Sylvio Back, afirmou a TELA VIVA que a mudança na legislação é uma etapa fundamental par que roteiristas e diretores tenham direito à remuneração pela execução pública de suas obras. "A Lei de Direitos Autorais tem um defeito de fábrica – só dá direito de arrecadação aos músicos. Roteiristas e diretores não têm direito de arrecadar pela execução pública", explicou. "Queremos isonomia com os músicos. Queremos fazer o mesmo que eles", completou.

Veja mais sobre o evento.

 

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top