Operadoras
25/08/2003, 14:35

Anatel concede autorização de DTH a grupo evangélico

POR CARLOS EDUARDO ZANATTA

O Conselho Diretor da Anatel aprovou na reunião de quarta, 20, a outorga de DTH em caráter oneroso para a TV Modelo Paulista. Um dos sócios da empresa é o conhecido pastor R.R. Soares (Romildo Ribeiro Soares), que aluga espaços em pelo menos duas redes de televisão (Bandeirantes e Gazeta) para a transmissão de programas religiosos. A empresa já é detentora de uma geradora de televisão aberta (TV Cidade Modelo) em Dourados, no Mato Grosso do Sul, além de uma dezena de retransmissoras que transmitem a programação da Rede Internacional de Televisão. O grupo detém ainda duas emissoras de rádio no Rio de Janeiro (Rádio Relógio Federal) e em Vespasiano/MG (Radio Metropolitana). A orientação ideológica da rede de comunicação é feita pela Igreja Internacional da Graça de Deus.
Segundo fontes ouvidas por este noticiário, o objetivo da outorga é criar uma rede de DTH comercial, voltado para as classes C, D e E.

Projeto ambicioso

Segundo o projeto disponível na Anatel e que embasou o pedido de outorga, a operação visa um nicho específico de mercado formado pela comunidade evangélica. Serão 36 canais (incluindo áudio e vídeo). Ainda de acordo com o projeto entregue à Anatel (que não precisa ser cumprido rigorosamente), o investimento previsto é de US$ 18 milhões, com meta de chegar a 150 mil assinantes no primeiro ano e 900 mil assinantes ao final do quinto ano.
O projeto prevê canais culturais, um religioso, canais variados e todos os canais abertos. O satélite utilizado será o da NewSkies.
Não está claro como será a relação da operação de DTH com as atividades evangelizadoras da Igreja, que hoje atua em vários países. Não é a primeira vez que grupos de mídia ligados a igrejas ganham autorizações de DTH. A própria Record (ligada à Igreja Universal do Reino de Deus) tem uma autorização, que nunca rendeu frutos comerciais.
R.R. Soares é cunhado do bispo Edir Macedo e foi co-fundador da Igreja Universal, mas hoje sua igreja tem posicionamento diferente e segue rumos próprios. Não há, aparentemente, alinhamento comercial, ideológico ou político entre elas.
A autorização da TV Modelo Paulista é válida por um prazo de 15 anos, renovável por igual período, sem direito de exclusividade, em âmbito nacional. O valor a ser pago pela autorização é de R$ 370 mil. O prazo para início da prestação comercial do serviço é de 24 meses a partir da publicação da autorização no Diário Oficial.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top