OUTROS DESTAQUES
Estratégia
Pela primeira vez, clubes faturarão com sucesso do PPV
segunda-feira, 25 de agosto de 2003 , 17h04 | POR REDAÇÃO

Os bons ventos que sopram para o lado das receitas com vendas de pacote pay-per-view do Campeonato Brasileiro prometem ganhar mais força. Depois do recorde de 240 mil pacotes vendidos no primeiro trimestre somando-se Sky e Net Serviços (total este que deve passar dos 280 mil pacotes até o final do torneio, em dezembro), quem terá a boa notícia são os clubes. Pelo contrato entre Clube dos Treze e Globosat, pelo campeonato de 2003 a entidade receberia, para repassar aos clubes, R$ 66 milhões brutos (R$ 40 milhões líquidos) como mínimo garantido. Receberia também uma participação de 50% caso as vendas superassem determinado patamar. Tudo indica que o patamar vai ser superado e, pela primeira vez, os clubes ganharão, no Brasil, com base no modelo de receita sobre as vendas. Deve ser algo em torno de 10% acima do mínimo, esperam os clubes, que preferem não especular ainda sobre valores precisos. Se isso realmente acontecer, ganha credibilidade o setor de TV paga junto aos clubes e as portas ficam abertas para que em 2004 os times se esforcem ainda mais para vender o pay-per-view, impulsionando o negócio das operadoras e da programadora. Vale lembrar que em 2004 não há mais mínimo garantido (só revenue sharing), que as vendas do campeonado do próximo ano devem começar ainda este ano, coincidindo com as rodadas decisivas do Brasileirão de 2003, e que a TV aberta deve ter progressivamente menos jogos até 2005, conforme o acerto com os clubes.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top