Festival
26/01/2015, 17:42

FIPA apresenta os premiados de 2015

POR REDAÇÃO

O FIPA, Festival International de Programmes Audiovisuels, apontou neste final de semana os vencedores de sua edição 2015, que aconteceu na semana passada em Biarritz, na França.

Apenas dois filmes brasileiros participaram do evento este ano, sendo apenas um (“De Gravata e Unha Vermelha”, de Miriam Chnaidermann) em competição. O outro representante foi “Democracia em Preto e Branco”, de Pedro Asbeg.

Confira os vencedores deste que é um dos festivais mais conceituados da Europa para programas feitos para a TV:

Ficção (Telefilme)

  • Fipa d’Or (Grand Prix) – “Marvellous” de Julian Farino (Reino Unido)
  • Fipa d’Or de Melhor Atriz – Juana Acosta, por “Sanctuaire”, de Olivier Masset-Depasse (França)
  • Fipa d’Or de Melhor Ator – Toby Jones, por “Marvellous”, de Julian Farino (Reino Unido)
  • Fipa d’Or de Melhor Roteiro – Pierre Erwan Guillaume, Olivier Masset-Depasse, Quitterie Duhurt-Gaussères e Xabi Molia por “Sanctuaire”, de Olivier Masset-De-passe (França)
  • Fipa d’Or de Melhor Música Original – Matthias Weber e Paul Galister, por “Beautiful Girl”, de Dominik Hartl (Áustria)

Séries

  • Fipa d’Or (Grand Prix) – “Happy Valley”, de Sally Wainwright (Reino Unido)
  • Fipa d’Or de Melhor Atriz – Marie Dompnier, pors “Les Témoins”, de Hervé Hadmar (França)
  • Fipa d’Or de Melhor Ator – Jurgen Delnaet, por “Marsman”, de Mathias Sercu (Bélgica)
  • Fipa d’Or de Melhor Roteiro – Shelley Birse, Blake Ayshford e Justin Monjo, por “The Code”, de Shelley Birse (Austrália)
  • Fipa d’Or de Melhor Música Original – Kristian Selin Eidnes Andersen, por “Kampen om Tungtvannet”, de Per-Olav Sørensen (Noruega)

Documentário de criação

  • Fipa d’Or – “Pekka”, de Alexander Oey (Holanda)

Reportagem e investigação

Fipa d’Or – “Taïga”, de Hamid Sardar (França)

Música e espetáculos

  • Fipa d’Or – “Mia Oikogeniaki Ypothesi”, de Angeliki Aristomenopoulou (Grécia)

Smart Fip@ (criação interativa)

  • Fipa d’Or – “Soundhunters”,  de Marion Guth, François Le Gall, Stéphane Hueber-Blies, Beryl Koltz e Nicolas Blies (Luxemburgo). Produção: a_Bahn. Coprodução: Camera Talk

Prêmio do público

  • “Rwanda, la vie après – Paroles de mères”,  de Benoît Dervaux e André Versaille (Bélgica)

Prix Mitrani

  • “Marsman” de Mathias Sercu (Bélgica)

Prix Jerome Minet

  • Scarlett Production, por “Les Heures Souterraines”, de Philippe Harel (França)

Prêmio do júri de jovens europeus

  • “Peace on the Tigris. Iraq War and 10 Years of Life in Baghdad” de Takeharu Watai (Japão)

Prix smart Fip@ / Hackathon

  • “Qu’est-ce qu’elle a ma Gaule?”, desenvolvido por Simon Falgaronne, Céline Ferret, Joris Fuluhea, Gabriel Grandjouan, Marie-Paule Jiccio e Arthur Martineau

Prix Telerama 2015

  • "Rwanda, la vie après – Paroles de mères”, de Benoît Dervaux et André Versaille (Bélgica)

Eurofipa D’Honneur

  • Chris Chibnall (Reino Unido)

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top