OUTROS DESTAQUES
Papéis da TV Filme caem com divulgação dos resultados
quarta-feira, 26 de agosto de 1998 , 22h15 | POR REDAÇÃO

As ações da TV Filme nos EUA sofreram um tombo esta semana, chegando a US$ 2,00, com oferta de compra a US$ 1,875 e de venda a US$ 2,125. É o resultado do balanço do semestre apresentado ao mercado. Quando comparado o primeiro semestre de 1998 ao mesmo período do ano passado, a receita (US$ 24 milhões) ainda apresenta um crescimento modesto de 2,9%. Mas no confronto do segundo trimestre deste ano (US$ 11,4 milhões) com o segundo trimestre de 1997, registra-se queda de 6,3% no faturamento. Os prejuízos semestrais foram de US$ 19,8 milhões, 176,8% superiores aos valores registrados no mesmo período do ano passado. Isso representou uma perda de US$ 1,83 por ação (US$ 0,96 só no segundo trimestre). Um detalhe muito importante do balanço da TV Filme é que houve prejuízo de US$ 2 milhões no EBITDA (lucros operacionais antes da depreciação, amortizações e encargos fiscais). O CEO da companhia, Hermano Lins de Albuquerque, disse que o grupo vai concentrar seus esforços na melhora da eficiência das operações "em um ambiente de negócios difícil". A TV Filme continua interessada em novas licenças. A TV Filme também perdeu assinantes durante o segundo trimestre de 1998, mas em proporções bem menores do que aquelas registras em outras operações. Sua base instalada ficou, no segundo trimestre, em 111.090, contra 112.443 em 31 de março. Uma queda, portanto, de 1,2%. Quando se confronta o número atual de assinantes com o do mesmo período do ano passado, há um ganho de 7,1%.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top