OUTROS DESTAQUES
Redefinição do modelo
ABTA tem encontro com BNDES
quarta-feira, 27 de março de 2002 , 19h46 | POR SAMUEL POSSEBON

José Augusto Pinto Moreira, presidente da ABTA, reuniu-se nesta quarta, dia 27, com Eduardo Gentil, diretor de mercado de capitais e novos produtos do BNDES. Na pauta da conversa estava o futuro do mercado de TV por assinatura no Brasil. Moreira (que considera importante a demonstração de confiança no setor manifestada com a capitalização da Globo Cabo), buscou mostrar ao banco estatal que hoje há uma grande resistência do mercado financeiro em bancar os investimentos no setor de TV paga. Na visão da ABTA, o BNDES pode ajudar e muito o setor, nem sempre através de investimentos diretos nas empresas, mas catalisando investimentos de outras fontes e avalisando a seriedade dos projetos.
O BNDES, por sua vez, explica que até hoje nunca teve nenhuma linha específica para a área de mídia, até porque as restrições constitucionais existentes impedem que boa parte das empresas se adaptem aos critérios exigidos pelo BNDES. De acordo com Gentil, os primeiros aportes do banco no setor de comunicação foram feitos justamente em empresas de TV paga porque essas foram as primeiras empresas cuja estrutura organizacional permitia a abertura de capital e políticas mais transparentes de administração. Mas, segundo ele, se as regras constitucionais forem revistas da forma como estão em discussão, é bem provável que todos os grupos de mídia se estruturem de maneira mais próxima daquelas exigidas pelo BNDES.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top