TV digital
27/05/2015, 18:12

EAD define seu principal executivo

O Grupo de Implantação da TV Digital (Gired), coordenado pela Anatel, foi informado na reunião desta quarta, 27, que a EAD (Entidade Administradora da Digitalização) já tem seu principal executivo. Será Antônio Carlos Martelleto, que ocupava a diretoria executiva da área de entrega de rede da Embratel. O nome será agora formalizado em assembleia da EAD no dia 2 de junho.

Martelleto começou sua carreira como engenheiro de telecomunicações no CPqD. Na década de 90, trabalhou na Unicabo (operadora de TV a cabo no interior de São Paulo, adquirida pela Net) e depois foi CTO da Vivax. Martelleto foi ainda diretor de operações da Claro hdtv antes de ir para a Embratel. A EAD é uma entidade administrada pelas empresas Vivo, Claro, TIM e Algar (vencedoras do leilão de 700 MHz) e que tem como missão assegurar que o processo de transição da TV analógica para a TV digital tenha o alcance mínimo exigido pelo governo (93% dos domicílios cobertos).

Será a EAD a entidade responsável por adquirir, distribuir e instalar os equipamentos de recepção para os beneficiários do Bolsa Família, e será também a EAD a responsável por tomar as medidas de combate a interferências dos sinais de 4G na TV aberta e vice-versa. A EAD nasce com um orçamento de R$ 3,6 bilhões, e a crítica missão de conseguir dar divulgação, instalar os equipamentos e mitigar interferências dentro do apertado prazo de 2018, quando será completado o desligamento da TV analógica para a liberação do espectro de 700 MHz para as teles iniciarem o serviço de 4G.

Segundo apurou este noticiário, as demais diretorias da EAD ainda não estão definidas, e a ideia entre as operadoras é manter a entidade como uma espécie de associação de empresas, e não uma empresa separada, para evitar complicações tributárias. O comando da entidade será, em princípio, renovado a cada 12 meses.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top