Radiodifusão
27/07/2004, 17:28

Associação das TVs em UHF ganha nova força política

POR ANDRÉ MERMELSTEIN

Em eleição realizada nesta terça-feira, dia 27, no Rio de Janeiro, Luiz Mauro Santos da Silva assumiu a presidência da ABTU (Associação Brasileira de TVs em UHF), que congrega as emissoras de UHF e também as chamadas TVAs, concessionárias do Serviço Especial de TV por Assinatura (que transmitem parte do tempo em sinal aberto, parte em sinal codificado).
Silva é diretor de rede da RIT, ligada à Igreja Internacional da Graça de Deus, do missionário R.R. Soares. A entrada da RIT, que tem cerca de 80 emissoras, e de outras redes de TV UHF, levaram a um crescimento de 200% na associação nos últimos três anos e aumentou sua representatividade e força política.
Segundo Silva, um dos principais pleitos da ABTU é lutar por uma nova política para as TVAs, criando "alternativas para a viabilização dos investimentos feitos nessas empresas". Uma das idéias é que se aumente o tempo em que estas emissoras podem transmitir sinais não-codificados de 35% para 80% da programação. Vale lembrar que entre as concessionárias de TVAs estão grandes grupos de mídia, como Abril, Globo e RBS.
Para o UHF, a prioridade é valorizar as concessões, mostrar ao governo e ao mercado, especialmente o publicitário, que os canais são importantes e têm audiência, ao contrário do que se pensa.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top