OUTROS DESTAQUES
Broadcast e TV paga são antagônicas, dizem empresários
sexta-feira, 28 de fevereiro de 1997 , 01h00 | POR REDAÇÃO

Diretores das principais emissoras de televisão deixaram claro em suas apresentações no seminário que há um problema de incompatibilidade econômica entre o broadcast e a TV paga via satélite, o DTH. Todos concordam com a tese de que ceder o sinal nacional aberto das emissoras para a retransmissão pelos serviços de DTH seria uma grave ameaça para o faturamento publicitário das afiliadas, que vendem localmente as inserções comerciais.Quanto às outras tecnologias de TV por assinatura, os broadcasters não têm receio. Acreditam, inclusive, em uma complementaridade entre os serviços. A posição foi melhor definida por Guilherme Stoliar, vice-presidente do SBT: "TV paga é um ótimo negócio, merece atenção, mas a TV aberta também é, e cresce 15% ao ano". Participaram da discussão, além de Guilherme Stoliar, Evandro Guimarães, representando a Rede Globo, Rubens Furtado, da Bandeirantes e Roberto Franco, da Record. Fernando Ernesto Corrêa falou em nome da Abert. Todos também concordaram que o broadcast, especialmente no caso brasileiro, não está, nem de longe, ameaçado de extinção.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top