OUTROS DESTAQUES
Mercado
BNDES exerce opção e transforma ações em dívida na Net
sexta-feira, 28 de maio de 2004 , 18h33 | POR REDAÇÃO

O BNDES exerceu esta semana o direito de vender parte de suas ações na Net Serviços à Distel, empresa da Globopar que também é sócia na operadora. Trata-se de um put option previsto desde a reestruturação de 1999, em que o banco estatal converteu parte das debêntures na operadora em ações. Na prática, o que acontece é que a Globo passa a ter um percentual maior na operadora, e o BNDES, apesar de manter presença como acionista, terá percentual menor. A Globopar terá uma dívida de R$ 307,7 milhões com o BNDES, mas essa dívida já estava computada nos balanços da holding, de modo que não significa uma piora nas condições financeiras do Grupo Globo nem da operadora. Aliás, é possível que BNDES e Globo tenham negociado melhores condições para o put, resultando, por exemplo, em prazo mais longo para pagamento ou menores taxas de juros. As condições divulgadas dessa dívida são juros com base na TJLP mais 4,5% ao ano, com pagamento entre dezembro de 2006 e dezembro de 2012. Até o último registro na CVM (ainda sem contar a operação de put option), o BNDES tinha 69,776 milhões de ações ordinárias (8,42%) da Net Serviços, das quais vendeu 9,638 milhões. Tinha também 378,442 milhões de ações preferenciais (31,52%), das quais vendeu 3,992 milhões.
Outro acionista que vem diminuindo lentamente sua participação na Net Serviços é RBS, assim como a Microsoft, que já nem aparece entre os maiores acionistas registrados na CVM. A expectativa é de que a composição societária da Net mude significativamente após a formalização da reestruturação financeira, que deve ser anunciada em breve.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top