OUTROS DESTAQUES
ABTA pretende discutir modelo de TV paga
quarta-feira, 28 de novembro de 2001 , 22h32 | POR REDAÇÃO

A surpresa em relação à idéia da Anatel de incorporar a Lei do Cabo à Lei Geral de Telecomunicações se dá, sobretudo, porque os operadores de TV paga querem, antes de mudar radicalmente a regulamentação, definir o modelo de negócios que viabilizaria o setor. Para isso, a ABTA está selecionando uma consultoria que ajudará nessa modelagem, e deve fazer um seminário sobre o tema em janeiro, provavelmente em Brasília. A Lei de TV a Cabo tem uma característica muito especial: é a única lei do setor de telecomunicações que partiu de uma iniciativa do mercado, e não do governo. Devido à sua força consensual, ela existe há quase sete anos sem uma alteração sequer. Avalia-se no mercado que tentar mudá-la sem uma discussão igualmente ampla seria muito complicado, mas há operadores que vêem com bons olhos uma discussão desse gênero nesse momento.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top