OUTROS DESTAQUES
Plano não é definitivo, diz Guerreiro
terça-feira, 29 de julho de 1997 , 01h30 | POR REDAÇÃO

Segundo Renato Guerreiro, o plano de mercado pode e deve mudar em função das vontades do mercado. "Nada impede que alguém preste serviços de TV por assinatura em cidades com menos de 21 mil habitantes. Esse é só o limite de viabilidade calculado pelo Minicom. O mercado pode ter outras referências", disse o secretário executivo. A situação flexível pode causar um problema para o Minicom, entretanto: quando uma determinada empresa ou consórcio pagar pela sua concessão de cabo, não terá certeza de quantos competidores terá no futuro.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top