Programação
29/09/2005, 15:50

Net Brasil diz que negocia com programadoras nacionais

POR EDIANEZ PARENTE

Alberto Pecegueiro, diretor geral da Globosat e também dirigente da Net Brasil (empresa franqueadora da marca Net e que também é a responsável pela compra de programação nacional para os sistemas Net e Sky) afirma que seguem as negociações com programadoras brasileiras para canais por assinatura, como os do grupo Bandeirantes e o infantil Rá-Tim-Bum, da TV Cultura. ?O que ocorre é que não dá para levar todo o mundo nos pacotes básicos?, diz ele, que classifica como oportunistas declarações dando conta de que a Net Brasil não se interessa pelos canais nacionais.

MTV

?Qualquer pessoa séria e minimamente informada sobre o mercado nacional de TV por assinatura sabe que os operadores não têm condições de incluir novos canais no line-up, ou por não haver espaço ou por questões de orçamento. Não se pode ignorar uma realidade comercial e técnica?, diz Pecegueiro. Especificamente sobre o interesse em um segundo canal feito pela MTV Brasil, o VH1 Brasil, Pecegueiro diz, em referência à entrevista dada a este noticiário por André Mantovani, diretor geral da emissora musical, que houve uma tentativa de imposição do novo canal para distribuição à Net Brasil.
Segundo Mantovani, agora não está mais sob a alçada da MTV Brasil produzir o VH1 Brasil, dada a impossibilidade de o canal ser distribuído fora das operadoras associadas à Neo TV e por ser mais viável um canal ser distribuído a partir de Miami. Em agosto, durante a ABTA 2005, o COO da MTV Networks Latin America, Scott McBride, declarara a este noticiário que os planos da programadora eram de que o VH1 nacional seria feito e distribuído pela MTV Brasil.

Novos canais

Sobre a gama de novos canais pagos que André Mantovani, como diretor de mídia eletrônica do Grupo Abril, disse que estão na pauta para serem lançados (entre eles, um canal de MPB, um de games, outro de humor), Pecegueiro a classifica como uma "declaração vã de lançamento de canais", e dispara: ?Toda vez que se leva a notícia de um novo canal, é obrigação indicar qual será a sua distribuição?.

Comentários

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

© 0-2017 Save Produções Editoriais. Todos os direitos reservados.
Top