OUTROS DESTAQUES
Outras opções para a propriedade cruzada
quarta-feira, 29 de outubro de 1997 , 23h50 | POR REDAÇÃO

O Minicom tinha pelo menos mais uma solução para o critério de restrição à propriedade cruzada. A idéia era fazer a restrição em três níveis, atribuindo seis pontos passíveis de perda para o nível local (apenas na localidade em licitação), dois pontos para o nível estadual e dois pontos para o nível nacional. Vale lembrar as outorgas computadas no nível nacional já descontariam as outorgas no Estado onde está a localidade de prestação de serviço. O mesmo vale para a pontuação no nível estadual, que deveria descontar as outorgas já computadas no nível local. Em todo o caso, não foi essa a solução adotada.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top