OUTROS DESTAQUES
Alto custo
quarta-feira, 29 de novembro de 2000 , 22h33 | POR REDAÇÃO

A solução será comercializada no Brasil por R$ 4 mil. Segundo o vice-presidente de tecnologia da informação do Einstein, Flávio Murachovsky, o custo do equipamento ainda é muito alto para a realidade brasileira. A Max Internet, detentora da tecnologia, estuda produção local visando diminuir o custo e também exportar o equipamento a partir do Brasil. José Luís Farah, diretor da Max Internet Brasil, cita Rio de Janeiro e Bahia como possíveis locais para a produção brasileira da tecnologia. Em até 30 dias, a empresa encaminhará projeto ao BNDES em busca de financiamento. O valor ainda não foi definido.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top