OUTROS DESTAQUES
Canais de acesso público são pouco ocupados II
quinta-feira, 30 de janeiro de 1997 , 21h00 | POR REDAÇÃO

O canal educativo/cultural de Jundiaí, interior de São Paulo, funciona articulado com a Câmara Municipal local e está enfrentando críticas da oposição, que afirma ter o prefeito transformado o canal educativo em um veículo de promoção pessoal. O educativo/cultural de Brasília deverá funcionar a partir de março. Quem já tem em Brasília um pedaço de canal educativo/cultural é a TV Filme, via MMDS, que fez um convênio com a Secretaria de Educação do Distrito Federal e exibe duas horas por dia de programação dirigida especificamente a professores. Quanto aos canais universitários, por enquanto, há apenas as esporádicas transmissões da TV PUC em São Paulo, e nada mais no país inteiro.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top