OUTROS DESTAQUES
Paradoxo no Plano de Mercado
quarta-feira, 30 de abril de 1997 , 23h30 | POR REDAÇÃO

Será que o Minicom conseguirá arrecadar valores altos pelas licenças de cabo e MMDS se abrir um número grande de concessões nas mesmas áreas? Um consultor do setor diz que não. "Não é possível escancarar a concorrência e ainda pretender taxas altas pela concessão", disse ele, acrescentando que a falta de definição do número certo de licenças por cidade está gerando muita incerteza entre os players do mercado. "De tanto abrir, o ministro Motta vai acabar produzindo justamente aquela situação que ele sempre quis evitar: um grande número de pequenos operadores com influência política local", imagina a fonte. "O ideal é que cada cidade tenha duas concessões (para cabo e MMDS), com poder suficiente do Minicom para abrir mais em caso de incapacidade ou de abuso econômico.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top