OUTROS DESTAQUES
Pesadelo realizado: editais terão restrição à propriedade cruzada
quarta-feira, 30 de julho de 1997 , 23h55 | POR REDAÇÃO

O grande temor das empresas que já controlam algum serviço de telecomunicações se concretizou nas minutas de editais: o governo pretende mesmo restringir a propriedade cruzada de serviços de telecomunicações (e qualquer serviço, incluindo TV paga e radiodifusão, em qualquer lugar do Brasil, será levado em consideração). Não chega a ser uma restrição muito violenta. Perde-se no máximo 14 pontos na pontuação da proposta técnica. Esta pontuação técnica, nas cidades acima de 700 mil habitantes, representa apenas 30% dos pontos possíveis. O problema está nas cidades pequenas, onde a pontuação técnica pesa 70% no valor final da proposta. Em ambos os casos, entretanto, a saída pode ser uma leve compensação, facilmente calculável, na proposta de preço, ou a criação de empresas de fachada para disputar cada edital, sem vínculos comprováveis com as empresas que detenham os outros serviços de telecomunicações, TV ou TV paga.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top