OUTROS DESTAQUES
Safra e BellSouth têm estratégias conflitantes para BCP
segunda-feira, 01 de abril de 2002 , 20h42 | POR REDAÇÃO

Fonte bem situada confirmou ao TELETIME News que o não-pagamento de títulos vencidos da BCP, da ordem US$ 375 milhões, deveu-se a "sérios conflitos" entre as estratégias de seus dois principais controladores, o Banco Safra e a BellSouth. A companhia norte-americana, segundo interpreta a fonte, prefere simplesmente deixar a controlada brasileira entender-se com os credores (ou seja: ganhar tempo em negociações), a colocar dinheiro na BCP – o que implicaria nova redução de dividendos aos seus acionistas. No ano passado, a companhia teve uma expressiva redução de lucros e foi obrigada a cortar dividendos, em parte devido ao impacto da desvalorização de moedas estrangeiras (entre elas, o real) em suas receitas. Neste primeiro trimestre, a BellSouth se vê na contingência de agregar os novos lances da crise argentina e as incertezas em Israel. Um detalhe importante para entender o timing da decisão da BellSouth: a companhia anunciou até a data (o próximo dia 19 de abril) para divulgar os resultados referentes ao primeiro trimestre de 2002. Nesta segunda-feira, as ações da BellSouth Corporation (BLS) estavam caindo pouco mais de 2%. As perdas, desde o default, na quinta-feira passada, dia 28, chegaram perto de 4%.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top