OUTROS DESTAQUES
Conflito entre sócios
Telecom Italia processa fundos e Citi
sexta-feira, 01 de julho de 2005 , 12h54 | POR REDAÇÃO

A Telecom Italia afirma ter protocolado na última quinta-feira, 30, à noite, na Justiça do Rio de Janeiro, uma ação contra o acordo de put firmado entre fundos de pensão e Citibank no âmbito da Brasil Telecom (BrT). Na ação, os italianos argumentam basicamente que o put agride o acordo de acionistas de Solpart, no qual está previsto que a Telecom Italia tem preferência caso algum dos outros sócios decida vender sua participação na companhia. Além disso, o acordo de acionistas da Solpart garantiria aos italianos o direito de anuir ou rejeitar a entrada de algum concorrente como sócio na BrT. Fundos e Citibank dizem que essa cláusula foi derrubada em 2002 e não estava previsto o seu retorno.
Os italianos entendem também que os fundos de pensão são concorrentes, em razão de serem acionistas de Telemig Celular, Amazônia Celular e Telemar. Solpart é a holding que controla a Brasil Telecom Participações (BTP).
O acordo de put fora anunciado no final de maio. Nele, fundos de pensão se comprometem a comprar por aproximadamente R$ 1 bilhão (com correção anual de IGP-DI +5%) as ações do Citibank na Brasil Telecom se o banco norte-americano não conseguir vendê-las antes de novembro de 2007.

Opportunity

A Telecom Italia esclareceu que o acordo firmado com o Opportunity para a compra da participação do banco de Daniel Dantas na BrT não foi desfeito. Segundo a assessoria de imprensa da companhia italiana, a entrevista do presidente para América Latina da Telecom Italia, Paolo Dal Pino, publicada na Folha de São Paulo desta sexta-feira, dia 1º, foi apenas um desabafo contra a resistência de fundos de pensão e Citibank.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro de lideranças do mercado de telecomunicações

19 de setembro a 20 de setembro
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top